•  Carrinho€0.00 
    O seu carrinho está vazio!

    Artigos adicionados recentemente

    PEDRO PAIXÃO

    Nasceu em Lisboa em 1956 filho de mãe americana descendente de emigrantes e pai português nascido na Beira-Alta. Foi primeiro membro da JEC - Juventude Estudantil Católica - e antes do 25 de Abril membro de um movimento político clandestino. Estudou em Lisboa, Lovaina e Heidelberga, tendo-se doutorado aos 29 anos com “a mais alta distinção”. Foi cofundador do semanário O Independente exercendo o cargo de Conselheiro da Direcção tendo sido, nos termos do seu administrador, quem mais contribuiu para a nascença do periódico, o qual deixou ao sétimo número. Foi fundador, com Miguel Esteves Cardoso, da empresa de ideias Massa Cinzenta, cedo premiada e contando como clientes algumas das melhores marcas do mercado: Galp, Seiko, Mitsubishi entre outras. Miguel Esteves Cardoso saiu da empresa 3 meses depois do seu início. A empresa foi vendida depois de 12 anos de actividade. Deu aulas na Universidade Católica e na Universidade Nova de Lisboa durante cerca de 20 anos. Começou a publicar livros de ficção aos 36 anos, alcançando grande notoriedade e apreço com títulos como A Noiva Judia, Viver todos os dias cansa, Amor Portátil, Xangai. Já ultrapassou a vintena. Publicou igualmente dois álbuns de fotografia, esgotados aliás como a maior parte dos seus livros. Escreveu para teatro e ópera. É casado pela quarta vez. Tem um filho engenheiro químico. Não pertence a nenhum clube, associação, partido ou sociedade. Nunca votou. Nunca recebeu qualquer prémio. Praticou Karate Do. Joga xadrez. Faz mergulho. Nada no mar quase todos os dias do ano. Herdou o lema do seu pai: Vamos à vida que a morte é certa.

      Mais de PEDRO PAIXÃO