•  Carrinho€0.00 
    O seu carrinho está vazio!

    Artigos adicionados recentemente

    JOÃO GABRIEL

    Iniciou a sua vida profissional na TSF, onde viveu alguns dos momentos mais marcantes do seu percurso jornalístico. Foi o primeiro jornalista ocidental a entrar em Timor-Leste depois do massacre de Santa Cruz, em 1992, tendo regressado a Díli e Jakarta em várias ocasiões depois dessa data.
    Foi dos primeiros repórteres a acompanhar a guerra dos Balcãs, em 1991, testemunhando o princípio do fim da Jugoslávia de Tito. 
    Ganhou, em 1992, o prémio Gazeta de Jornalismo com um trabalho sobre a guerrilha peruana Sendero Luminoso e os dias agitadosde de um país mergulhado na ditadura de Fujimori.
    Viveu o arranque da SIC, em 1992, e, dois anos mais tarde, produziu para a TVI oito biografias políticas, entre as quais merece especial destaque a dedicada a Álvaro Cunhal.
    Em 1995 abandonou o jornalismo para participar na primeira campanha de Jorge Sampaio para a presidência da República. O convite para continuar a colaborar com Sampaio surgiu após a vitória. Foram dez anos na primeira linha da vida política portuguesa.
    Em 2008 assumiu as funções de diretor de comunicação do Sport Lisboa e Benfica, cargo que exerceu até 2016, num dos períodos de maior sucesso desportivo e financeiro do clube.
    Foi condecorado, em 2016, com o grau de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.
    É autor do livro Confidencial - A Década de Sampio em Belém (Prime Books, 2007).

      Mais de JOÃO GABRIEL